QUE TIPO DE PENSAMENTOS VEM NO TOC ?

A hipervigilância ocorre quando a pessoa rotula um pensamento

Em um estudo publicado em 2014 no Journal of Obsessive Compulsive and Related Disorders, 777 estudantes universitários de 13 países foram entrevistados, revelando que cerca de 94% deles haviam experimentado pelo menos um pensamento intrusivo indesejado nos três meses anteriores.

SAIBA MAIS SOBRE..SESSÃO DE TERAPIA ONLINE

Embora pensamentos estranhos ou perturbadores sejam comuns, a maioria das pessoas não os considera problemáticos em suas vidas diárias. A situação muda quando esses pensamentos se tornam não apenas intrusivos, mas também obsessivos.

Indivíduos com Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) podem enfrentar pensamentos intrusivos de maneira implacável, com uma intensidade que afeta seriamente seu bem-estar. Em vez de reagir de forma neutra a pensamentos passageiros, eles experimentam respostas tanto mentais quanto físicas, agravando a ansiedade à medida que persistem nesses pensamentos.

CONHEÇA..SEU FILHO LHE OBEDECE?

É crucial reconhecer que, embora não seja possível controlar a ocorrência de pensamentos intrusivos, é possível controlar a reação a eles.

Se você tem TOC e luta contra pensamentos intrusivos, é importante compreender por que esses pensamentos ocorrem e como lidar com eles. A fusão pensamento-ação, onde se acredita que pensar em algo é moralmente equivalente a fazê-lo, é um dos motivos pelos quais os pensamentos intrusivos são particularmente angustiantes para pessoas com TOC.

SAIBA MAIS SOBRE..SESSÃO DE TERAPIA ONLINE

A interpretação excessiva dos pensamentos e o desenvolvimento de compulsões, tanto comportamentais quanto mentais, são mecanismos de enfrentamento que podem intensificar o ciclo de pensamentos intrusivos e comportamentos compulsivos. Compreender e abordar esses aspectos é crucial para enfrentar eficazmente o TOC.

CONHEÇA..SEU FILHO LHE OBEDECE?

A Supressão do Pensamento no TOC e seus Efeitos Contraproducentes

Embora seja compreensível o desejo de interromper os pensamentos intrusivos no Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC), a tentativa de suprimir ou eliminar esses pensamentos pode resultar em efeitos contraproducentes. Quando uma pessoa com TOC percebe seus pensamentos intrusivos como perigosos, a tentativa de monitorá-los de perto pode evoluir para uma hipervigilância intensa.

A hipervigilância ocorre quando a pessoa rotula um pensamento como perigoso e o monitora de forma excessiva, resultando em sobrecarga. Nesse estado, a reação pode ser tentar afastar o pensamento.

10 DICAS PARA REDUZIR SUA ANGÚSTIA,AQUI

Apesar de parecer uma solução lógica, isso não é fácil e, muitas vezes, não é eficaz. Estudos demonstraram que a supressão do pensamento em pessoas com TOC pode contribuir para o desenvolvimento de pensamentos intrusivos mais intensos.

VEJA AGORA ESSE CURSO..COMO ANDA A EDUCAÇÃO DO SEU FILHO?

Aceitar os pensamentos intrusivos não implica desistir; pelo contrário, é um reconhecimento de que não se tem controle absoluto sobre esses pensamentos. Entender que a aceitação não equivale a conceder controle aos pensamentos intrusivos é um passo fundamental no enfrentamento eficaz do TOC. Essa abordagem, baseada na aceitação, pode ser valiosa para reduzir a ansiedade associada aos pensamentos intrusivos no TOC.
FONTE: www.verywellmind

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *