GANHO DE PESO E ESTRESSE

O estresse pode ter um impacto significativo na capacidade de manter um peso saudável

O estresse pode ter um impacto significativo na capacidade de manter um peso saudável, podendo até dificultar a perda de peso. Seja devido aos elevados níveis do hormônio do estresse, o cortisol, a comportamentos prejudiciais desencadeados pelo estresse, ou uma combinação de ambos, a relação entre estresse e ganho de peso é clara.
ESTABELECENDO AUTOLIMITES,AQUI

Estratégias de autocuidado, como a prática de atenção plena, o registro em diário e a prática de exercícios, podem ser eficazes para combater o estresse e seus efeitos indesejados nos hábitos alimentares.

A conexão entre estresse e cortisol é bem conhecida entre os pesquisadores. Quando você está sob estresse, as glândulas supra-renais liberam adrenalina e cortisol, resultando na liberação de glicose na corrente sanguínea, que é a principal fonte de energia.

VEJA AQUI:REGULAÇÃO EMOCIONAL

Esse processo visa fornecer a energia necessária para enfrentar uma situação de risco, também conhecida como resposta de luta ou fuga.

Após a diminuição da ameaça, os níveis de adrenalina diminuem, e o pico de açúcar no sangue se estabiliza. Nesse momento, o cortisol entra em ação para reabastecer rapidamente o suprimento de energia do corpo, desencadeando frequentemente desejos por açúcar.

PERCA SEU MEDO DA ANSIEDADE,AQUI

O consumo excessivo de açúcar pode levar ao armazenamento de energia na forma de gordura abdominal, tornando difícil eliminar esse excesso de peso.

Esse ciclo vicioso envolve o estresse contínuo, a liberação de cortisol, o ganho de peso, os desejos por açúcar, o consumo excessivo de açúcar e, consequentemente, um aumento adicional de peso.

A BAIXA AUTOESTIMA,AQUI

Além disso, o cortisol também afeta o metabolismo, mesmo se você não estiver consumindo alimentos ricos em gordura e açúcar. Um estudo realizado em 2015 pela Universidade Estadual de Ohio mostrou que mulheres que relataram experienciar estresse nas 24 horas anteriores queimaram, em média, 104 calorias a menos após uma refeição rica em gordura e calorias em comparação com aquelas não estressadas.

SE ALGUÉM NÃO RESPEITAR SEUS LIMITES? AQUI

Esse déficit calórico ao longo do tempo pode resultar em um ganho de peso significativo. Mulheres estressadas também apresentaram níveis mais elevados de insulina, um hormônio que contribui para o armazenamento de gordura.
VEJA TAMBÉM: ABRAÇANDO AS MUDANÇAS MEU
Portanto, é crucial reconhecer e gerenciar o estresse para promover um estilo de vida saudável e manter um peso adequado.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *