RECONHECENDO OS SINAIS DO BURNOUT

O estresse prolongado pode desempenhar um papel crítico no esgotamento

Esgotamento do cuidador, esgotamento dos professores, esgotamento do médico, esgotamento dos pais, esgotamento mental, esgotamento emocional, esgotamento pandêmico, esgotamento dos funcionários, esgotamento acadêmico – esses são apenas alguns termos que vêm à tona na conversa mais ampla sobre o esgotamento.

 Provavelmente, se você trabalha em um emprego estressante, trabalha em qualquer lugar na área de saúde (ou mesmo conhece alguém que o faz) ou trabalha como cuidador, alguns desses problemas são muito familiares. 

VEJA QUI,ABRAÇANDO AS MUDANÇAS
  


Ao cultivar a consciência destes sinais de alerta de esgotamento, temos mais hipóteses de trabalhar com ele e de recuperar dele – tanto a nível individual como, mais importante, em todo o espectro dos nossos locais de trabalho. 

SEU FILHO LHE OBEDECE”LIMITES SEM CULPA” AQUI

Entre as muitas soluções necessárias para a crise de burnout, incluindo mudanças organizacionais e políticas, a prática do mindfulness tem inúmeras aplicações e benefícios comprovados.
BURNOUT: COMO VEJA AQUI COMO REAGIR REAGIR

A prática da atenção plena alivia os sintomas de esgotamento, ao mesmo tempo que melhora o envolvimento, o senso de significado e a capacidade de navegar em conversas difíceis e de sentir empatia. 

A autoconsciência aprimorada e a regulação emocional resultantes da prática da atenção plena também melhoram o trabalho em equipe e a tomada de decisões. Finalmente, a atenção plena melhora a inteligência emocional, o sono e a resiliência geral.
DURMA COMO UM BEBÊ MEU,VEJA COMO AQUI

Os benefícios da prática da atenção plena também se estendem a líderes e executivos que sofrem de esgotamento e levam a um melhor foco, presença executiva, consciência estratégica, habilidades de liderança baseadas na inteligência emocional e comunicação eficaz.
DEPENDÊNCIA EMOCIONAL,VEJA AQUI

O estresse prolongado pode desempenhar um papel crítico no esgotamento, e os especialistas concordam que a atenção plena pode aliviar o estresse naturalmente. Como o cortisol é um hormônio desencadeado pelo estresse, a forma como uma pessoa gerencia o estresse pode afetar qualquer que seja a condição. 
COMO SALVAR SEU CASAMENTOAQUI

A pesquisa mostra que a prática regular da atenção plena pode apoiar o sistema nervoso parassimpático, bem como regular o sistema nervoso simpático, o que reduz a nossa sensibilidade às ameaças e nos sustenta no estresse diário.

Quando reservamos um tempo para parar e ouvir as nossas experiências interiores ficamos mais sintonizados com quando o nosso corpo está desequilibrado e podemos responder de forma eficiente”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *