8 fatos sobre atenção plena

A meditação começa e termina no corpo. Envolve reservar um tempo para prestar atenção onde estamos e o que está acontecendo…

Quando pensamos em atenção plena e meditação (com M maiúsculo), podemos ficar presos em pensar sobre nossos pensamentos: vamos fazer algo sobre o que está acontecendo em nossas cabeças. É como se esses corpos que temos fossem apenas sacos inconvenientes para nossos cérebros carregarem.

Porém, ter tudo na cabeça carece da sensação da boa e velha gravidade.

A meditação começa e termina no corpo. Envolve reservar um tempo para prestar atenção onde estamos e o que está acontecendo, e isso começa com a consciência do nosso corpo

Veja também: DURMA COMO UM BEBÊ 

Essa abordagem pode fazer com que pareça que estamos flutuando – como se não precisássemos andar. Podemos simplesmente flutuar.

Mas a meditação começa e termina no corpo. Envolve reservar um tempo para prestar atenção onde estamos e o que está acontecendo, e isso começa com a consciência do nosso corpo. Esse mesmo ato pode ser calmante, pois nosso corpo possui ritmos internos que o ajudam a relaxar se lhe dermos uma chance.

Veja também: A ansiedade não é algo que você deve aceitar como normal

  1. A atenção plena não é obscura ou exótica. É familiar para nós porque é o que já fazemos, como já somos. Assume muitas formas e tem muitos nomes.
  2. Mindfulness não é algo adicional especial que fazemos. Já temos capacidade de estar presentes e isso não exige que mudemos quem somos. Mas podemos cultivar essas qualidades inatas com práticas simples que são cientificamente demonstradas para beneficiar a nós mesmos, aos nossos entes queridos, aos nossos amigos e vizinhos, às pessoas com quem trabalhamos e às instituições e organizações das quais participamos.

    Veja também: LIDANDO COM A PRIVAÇÃO DO SONO
  3. Você não precisa mudar. Soluções que nos pedem para mudar quem somos ou para nos tornarmos algo que não somos falharam repetidas vezes. A atenção plena reconhece e cultiva o melhor de quem somos como seres humanos.
  4. Mindfulness tem o potencial de se tornar um fenômeno social transformador.  Aqui está o porquê:
  5. Qualquer um pode fazer isso. A prática da atenção plena cultiva qualidades humanas universais e não exige que ninguém mude suas crenças. Todos podem se beneficiar e é fácil de aprender.
  6. É uma forma de viver.  Mindfulness é mais do que apenas uma prática. Traz consciência e cuidado em tudo o que fazemos – e reduz o estresse desnecessário. Mesmo um pouco torna nossas vidas melhores.
  7. É baseado em evidências. Não precisamos basear a atenção plena na fé. Tanto a ciência como a experiência demonstram os seus benefícios positivos para a nossa saúde, felicidade, trabalho e relacionamentos.
  8. Isso estimula a inovação. À medida que lidamos com a crescente complexidade e incerteza do nosso mundo, a atenção plena pode levar-nos a respostas eficazes, resilientes e de baixo custo para problemas aparentemente intransigentes.

    Veja também: SITUAÇÕES PODEM CAUSAR ANGÚSTIA.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *