“O QUE LHE TRAZ AQUI HOJE?”

A frase “Por favor, diga-me o que o trouxe aqui hoje” é uma abordagem clássica que os terapeutas costumam utilizar ao receber um paciente. Essa pergunta é o ponto de partida para a terapia, pois permite que o paciente compartilhe suas preocupações, problemas e razões para buscar ajuda. É uma maneira de iniciar o processo terapêutico de forma acolhedora e aberta, encorajando o paciente a se expressar e a iniciar uma conversa que irá ajudar a compreender seus desafios e objetivos.

A partir daí, o terapeuta pode conduzir a sessão de terapia de diversas maneiras, dependendo das necessidades e da abordagem terapêutica adotada. É importante que o terapeuta demonstre empatia, escuta ativa e respeito pelo paciente durante a conversa, criando um ambiente seguro para que o paciente explore seus sentimentos e pensamentos. A frase inicial serve como um convite para que o paciente comece a compartilhar sua história e suas preocupações, proporcionando um ponto de partida para o trabalho terapêutico.

SESSÃO DE TERAPIA ONLINE.SAIBA MAIS AQUI

  1. Abertura da Comunicação: A pergunta “Por favor, diga-me o que o trouxe aqui hoje” é uma maneira de abrir a comunicação entre o terapeuta e o paciente. Ela sinaliza que o terapeuta está ali para ouvir e compreender o que está acontecendo na vida do paciente. Essa abertura permite que o paciente se sinta à vontade para compartilhar suas preocupações e pensamentos.
  2. Coleta de Informações: A resposta do paciente a essa pergunta fornece informações valiosas ao terapeuta. O paciente pode descrever os sintomas, desafios emocionais, problemas de relacionamento ou questões específicas que o levaram a buscar ajuda. Essas informações são cruciais para o processo de avaliação e diagnóstico, ajudando o terapeuta a entender a situação do paciente.
  3. Estabelecimento de Objetivos: Compreender o que trouxe o paciente à terapia também ajuda o terapeuta a estabelecer metas e objetivos para o tratamento. Os terapeutas trabalham em estreita colaboração com os pacientes para definir metas terapêuticas realistas, e essa resposta inicial é o ponto de partida para essa discussão.
  4. Construção de Empatia e Confiança: Ao ouvir atentamente e mostrar interesse pelo que o paciente tem a dizer, o terapeuta começa a construir uma relação terapêutica baseada em empatia e confiança. A pergunta demonstra que o terapeuta está genuinamente interessado em compreender o paciente e em ajudá-lo a lidar com seus desafios.
  5. Exploração mais Profunda: A resposta inicial do paciente muitas vezes leva a uma exploração mais aprofundada das questões “escondidas”. O terapeuta pode fazer perguntas adicionais, fornecer insights e orientação, e ajudar o paciente a analisar suas emoções, pensamentos e comportamentos de maneira mais profunda.

    Você pode gostar também:10 PROPÓSITOS DE VIDA

No geral, essa pergunta é uma ferramenta fundamental no arsenal do terapeuta para iniciar o processo terapêutico, compreender as necessidades do paciente e criar uma base sólida para o tratamento. Ela demonstra a abordagem colaborativa da terapia, na qual o terapeuta e o paciente trabalham juntos para melhorar o bem-estar emocional e psicológico do paciente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *