PENSAMENTOS AUTOMÁTICOS NEGATIVOS

Pensamentos automáticos negativos são pensamentos conscientes ou inconscientes que ocorrem involuntariamente em resposta a eventos cotidianos. Esses pensamentos são irracionais, autodestrutivos e indicativos de crenças centrais negativas que alguém tem sobre si.

A pesquisa sugere que pensamentos automáticos negativos podem alimentar o transtorno de ansiedade social (TAS) e pode ser útil entender como os dois estão relacionados ao procurar tratamento.

Papel dos pensamentos negativos em contextos sociais Foi demonstrado que a ansiedade social está relacionada ao aumento do pensamento negativo. Dentro da terapia cognitivo-comportamental, acredita-se que o que você pensa pode influenciar o que você sente e faz.

Por exemplo, se você tiver pensamentos automáticos negativos como “Por que sou tão estúpido?” quando você está lutando para manter uma conversa ou “Vou bagunçar tudo e todo mundo vai me julgar por isso” quando você está prestes a fazer uma apresentação, provavelmente causa muita ansiedade e medo. Os pensamentos negativos podem ser opressores e dominar como você pensa e age.

Em nossa rotina diária, as crenças mais arraigadas não são faladas. Suas opiniões sobre você mesmo como pessoa ou amigo nem sempre são expressas.

Se você tem ansiedade social, pode ter sentimentos negativos incrivelmente fortes sobre si. Para fazer uma mudança, você precisa reconhecer essas crenças intrínsecas e compreender que elas o estão impedindo.

Em tratamento Identificando Pensamentos Negativos Ao se submeter à terapia para ansiedade social (TAS), seu terapeuta pode sugerir focar na superação de pensamentos automáticos negativos. Para identificá-los, um processo recomendado é anotar em um pedaço de papel alguns pensamentos que você tem sobre si.

É essencial anotar esses pensamentos à medida que ocorrem.

Você pode se surpreender com alguns dos pensamentos negativos que vêm à sua mente, mas continue escrevendo e reserve um tempo para se concentrar em si. Estas são as crenças que orientam como você pensa e age.

Este é o primeiro passo para superar os pensamentos automáticos negativos. Seu terapeuta trabalhará com você para revisar essas crenças e como substituí-las. Você pode ser guiado por meio de disputas, um processo em que questiona suas crenças e pensamentos mais profundos.

Por exemplo, digamos que uma das coisas que você escreveu sobre si seja: “Não sou amado”. Esse pensamento afeta tudo o que você faz, piorando sua ansiedade e enchendo você de solidão. Seu terapeuta orientará você no processo de desafiar essas crenças irracionais.

Você seria questionado sobre seus entes queridos, seus pais ou família, sua cara-metade e seus amigos. Os sentimentos deles por você podem contradizer diretamente o que você identificou como uma crença sobre si. Essa discordância mostra que você é realmente amado e valorizado e que seus pensamentos interiores são falsos e irracionais.

Você pode mudar o pensamento negativo Eliminando pensamentos negativos O processo de reconhecer e contestar pensamentos automáticos negativos é um passo essencial no gerenciamento da ansiedade social. Embora seu terapeuta trabalhe exaustivamente com você para desafiar várias crenças arraigadas, esta é uma habilidade aprendida que você pode praticar sozinho na vida diária.

Com a prática, você poderá reconhecer os pensamentos quando eles ocorrerem, perceber que são irracionais e ajustar seus pensamentos para corresponderem à realidade.

Você pode gostar: ANSIEDADE NA GRAVIDEZ

À medida que você continua trabalhando nisso, você pode ficar mais confiante e menos ansioso. Embora você ainda possa estar nervoso ou com medo de certas situações, isso pode não ser tão debilitante ou opressor, permitindo que você viva uma vida mais rica.

Jânio Costa
Psicanalista

Somos as palavras que trocamos
( Freud)
Saiba mais sobre sessão online
https://www.janiopsicanalista.com/


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *