Sintomas de ansiedade Social

Transtorno de Pânico vs. Transtorno de Ansiedade Social.

O transtorno de pânico se distingue do Transtorno de Ansiedade Social por meio dos desencadeadores do pânico, dos sintomas experimentados e das convicções sobre suas origens subjacentes. É possível receber diagnósticos de ambos os transtornos, embora os tratamentos possam ou não ser semelhantes para ambas as condições.

Embora as pessoas com transtorno de pânico e transtorno de ansiedade social possam compartilhar padrões de evitação semelhantes e experimentar alguns dos mesmos tipos de sintomas, uma diferença fundamental reside no fato de que as pessoas com transtorno de pânico geralmente se sentem melhor na presença de um confidente de confiança, enquanto isso pode aumentar a ansiedade das pessoas.

Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) Se você está enfrentando o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG), suas preocupações tendem a ser de natureza abrangente e difusa, ao invés de se concentrarem em situações sociais ou de desempenho específicas.

Suas inquietações podem abranger uma ampla gama de áreas, como finanças, trabalho, questões relacionadas ao meio ambiente, problemas familiares, ou qualquer outra coisa que venha à mente. Essas preocupações frequentemente o mantêm acordado à noite e podem se manifestar mediante sintomas físicos, como dores de cabeça tensionais ou enxaquecas.

Em contraste com o TAG, pessoas que sofrem do Transtorno de Ansiedade Social geralmente experimentam ansiedade apenas em contextos sociais ou situações que envolvem desempenho.

Depressão e Transtorno de Ansiedade Social (TAS) estão interligados.


Se alguém recebe o diagnóstico de TAS, é mais propenso a desenvolver depressão em algum momento da vida

É importante notar que muitas pessoas que enfrentam tanto a depressão quanto o TAS costumam buscar ajuda apenas para a depressão, mesmo que tenham convivido com a ansiedade social severa por um longo período.

No entanto, tratar apenas a depressão, sem abordar também a ansiedade social subjacente, pode não ser tão eficaz. Portanto, é fundamental compartilhar todos os sintomas com o médico e garantir que os profissionais de saúde estejam atentos a possíveis sinais de TAS.

Alcoolismo e Transtorno de Ansiedade Social (TAS)

Pessoas que enfrentam o Transtorno de Ansiedade Social (TAS) correm um risco maior de desenvolver alcoolismo. Frequentemente, o álcool é usado como uma forma de lidar com os desafios associados ao TAS, mas, ao longo do tempo, o consumo de álcool pode se tornar um problema independente.

Se você está lidando com o TAS e o alcoolismo, é fundamental que o tratamento seja personalizado para abordar ambas as condições de maneira eficaz.

Se sente que está difícil levar a vida, marque uma sessão de terapia para podermos
conversar num ambiente seguro, ético e acolhedor.

Se você foi diagnosticado com transtorno de ansiedade social e outra condição comorbidade, o seu médico irá elaborar o melhor plano de tratamento para abordar a interação complexa entre esses sintomas. Para garantir o tratamento mais eficaz, é essencial compartilhar todos os seus sintomas durante o diagnóstico, para que se tenha uma compreensão completa da sua situação.

Você pode gostar: ”Não consigo encontrar um bom relacionamento?”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *