O que é ansiedade de forma simples

Você pode entender melhor a natureza da ansiedade observando o que ela é e o que não
é. Por exemplo, a ansiedade pode ser distinguida do medo de várias maneiras. Quando
você está com medo, seu medo geralmente é direcionado a algum objeto ou situação
externa concreta.

O evento que você teme geralmente está dentro dos limites da
possibilidade. Você pode ter medo de não cumprir um prazo, ser reprovado em um exame,
não conseguir pagar suas contas ou ser rejeitado por alguém a quem deseja agradar. Por
outro lado, quando você sente ansiedade, muitas vezes não consegue especificar por que
está ansioso.

O foco da ansiedade é mais interno do que externo. Parece ser uma resposta
a um perigo vago, distante ou mesmo não reconhecido. Você pode estar ansioso por “perder
o controle” de si mesmo ou de alguma situação. Ou você pode sentir uma vaga ansiedade
sobre “algo ruim acontecendo”.

A ansiedade afeta todo o seu ser. É uma reação fisiológica, comportamental e psicológica
ao mesmo tempo. Em um nível fisiológico, a ansiedade pode incluir reações corporais como
taquicardia, tensão muscular, mal-estar, boca seca ou suor. No nível comportamental, pode
sabotar sua capacidade de agir, se expressar ou lidar com certas situações cotidianas.

Psicologicamente, a ansiedade é um estado subjetivo de apreensão e inquietação.
Em sua forma mais extrema, pode fazer com que você se sinta desapegado de si mesmo e
até com medo de morrer ou enlouquecer.

O fato de a ansiedade poder afetá-lo nos níveis fisiológico, comportamental e psicológico
tem implicações importantes em suas tentativas de recuperação.
Você pode gostar também o que é a Psicanálise?

A ansiedade pode aparecer em diferentes formas e em diferentes níveis de intensidade. Pode
variar em gravidade de uma mera pontada de mal-estar a um ataque de pânico total marcado por
palpitações cardíacas, desorientação e terror.

A ansiedade que não está ligada a nenhuma
situação em particular, que surge “do nada”, é chamada de ansiedade flutuante ou, em casos
mais graves, um ataque de pânico espontâneo. Quer falar sobre isso,caso esteja passando por essa fase difícil?
www.janiopsicanalista.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *